Portal da Câmara Municipal de Bom Jesus da Lapa - Notícia

Câmara de Bom Jesus da Lapa inicia 2º semestre, destacando que o momento é de união

20/08/2018 08:56:00    Fonte: www.bomjesusdalapanoticias.com.br

 

A Câmara de Bom Jesus da Lapa retomou nesta quinta-feira (16), os trabalhos legislativos do segundo semestre de 2018.

Os vereadores, em seus discursos, destacaram a importância da Casa se manter unida, e defendendo os interesses da população. No entanto, o principal assunto falado pelos edis, foi a denuncia do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), que envolveu prefeituras e câmaras de vários municípios baianos, incluindo a Câmara de Bom Jesus da Lapa, sobre compra de títulos de “melhor gestor”.

O vereador Romeu Thenssig(PCdoB), criticou a forma que a mídia atacou a Casa, sem ouvir a versão dos vereadores. Afirmando que a Câmara tem o direito de se defender, quando é injustiçada, e que os três colegas da Casa que foram premiados com medalhas, receberam de uma forma leal. E que os edis não tem nada haver com instituições que oferecem títulos de forma que não seja legal.

O vereador Eduardo Rego Filho(PR), que foi uma dos parlamentares que recebeu a premiação, disse que não comprou diploma, e que ficou chateado com a repercussão do caso envolvendo a Casa na rede social. Ele afirmou que recebeu um convite por meio da secretaria da Câmara para ir ao  evento, onde participou de seminários durante dois dias em Salvador, e que tem as provas da sua participação.

No uso da fala o vereador Irmão Romilson lembrou que a Câmara precisa se manter unida diante das acusações que foram feitas contra o legislativo. Citando que os problemas e acusações vão existir, no entanto, é preciso que todos vereadores estejam preparados, e busquem revolver juntos, oposição ou situação. IRm frisou que os colegas não podem ficar acusando o outro, porque todos tem trabalhado bem do município, e sabe que não fez nada de errado.

Ele lembrou que a Câmara tem aprovado vários projetos de interesse da população, e isso que precisa ser destacado.

Já o vereador Nerivaldo da Pesca, que também recebeu a premiação, disse que não se sentiu abalado com a notícias e com as acusações contra ele que surgiram na rede social, maioria de forma maldosa, porque tinha a consciência limpa. Afirmou que é uma pessoa honesta, e não precisava de uma medalha para ser reconhecido, e que foi convidado a receber a premiação, que não foi comprada.

Continuando, Nerivaldo lamentou a forma que muita gente, por maldade, fez comentários nas redes sociais sem saber de fato o que aconteceu, onde ele foi apontado, sendo que não fez nada de errado. E parabenizou a presidência da Câmara por se posicionar, através de uma nota, defendendo a integridade do legislativo, fazendo a união prevalecer. E que ele tem o documento convidando para o evento, e pediu mais respeito.

O vereador Leonel falou para os colegas, que quem vai julgar a Câmara é o povo, e que não acreditava nesse negocio de diploma. E todos precisam seguir em frente, continuando aprovando projetos e ajudando a população.

A vereadora Maria Leles, cumprimentou os vereadores, a plenária e disse que não iria falar nada, só pediu para  todos levantarem para fazer a oração do Pai Nosso. E também pediu união da Casa.

Continuando as falas, o vereador Zezinho pediu para os colegas não baixarem a cabeça, já que não tem nada a temer, se o erro não foi deles.

Estando também entre os vereadores que recebeu as medalhas, Neto Magalhães, frisou que esse assunto da premiação dos vereadores abalou a rede social do município. E lembrou que tudo que se faz de errado, uma hora ou outra se paga, diante dos comentários negativos que foram feitos nas redes sociais. Ele afirmou que é vereador, não é por dinheiro, e que nunca fez nada de errado que manchasse  a sua conduta.

O vereador Zenilton lembrou aos colegas que no ano de 2015 ele também recebeu uma medalha do Instituto Tiradentes, e que a forma que eles fazem a escolha é por meio de amostragem, ligam para uma quantidade de pessoas, e os que mais forem destacados, são convidados a participarem. E qualquer um que fosse convidado iria, porque o vereador fica feliz quando é agraciado com uma medalha, sabendo que as pessoas lhe apontaram como destaque.

E destacou que o mais importante do evento, não é a medalha, e sim o curso de capacitação que os três colegas que foram convidados participaram.

O vereador Léo de Lió frisou, que tem acusações que são injustas, e prestou solidariedade aos colegas. E que vai sempre defender o que é certo, por isso defendia os seus pares.

Esclarecendo que os parlamentares foram participar prioritariamente de um aprimoramento de suas funções públicas, o presidente da Casa Miguel Leles, defendeu os vereadores, e disse que seria errado se a Casa tivesse pago a inscrição do curso, e os vereadores convidados tivessem ido apenas receber a medalha. No entanto os edis foram buscar mais conhecimentos, e se qualificar.

Miguel parabenizou os colegas pelo trabalho realizado, pelos projetos aprovados e pelo compromisso que cada um tem assumido tanto com a sede, como o interior do município, buscando emendas, que tem ajudando a melhorar a situação da população que mais precisa. Ele finalizou desejando boas vindas ao segundo semestre da Casa, onde esperava que todos estivessem com as energias renovadas, para continuar fazendo um bom trabalho.

Palavras-Chave: Semestre, Segundo, Legislativo, Câmara, Período,



Última atualização: 18/08/2019 04:36